segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

Sobre a descoberta de hoje

A descoberta de hoje é do campo da paixão.

Apesar de muito intensa, não é ainda do campo do amor eterno de há anos como este manifesto a toda a beleza do mundo em forma de puro pedaço de paraíso em som e imagem, apesar dos pontos de contacto.

Post-Scriptum: E depois disto, ainda há hoje quem, em resposta a este post, me venha privadamente argumentar que fio-dental é que é... Ainda bem que há gostos diferentes.

Post-Scriptum parte II: Há até quem me critique por usar camisolas de alças brancas (são os mesmos).

3 comentários:

Joana dos Espíritos disse...

Esta música e este vídeo do Chris Isaak foram uma das bases para a minha noção de sensualidade, com a guitarra tropical, as cuecas de homem, a areia tão brilhante como o verniz preciosamente lascado nas mãos infantis da Helena Christensen. Um fio-dental (só o nome é pavoroso) nunca permitiria o acto de vislumbrar e o acto de esconder no jogo perverso que acontece entre aquelas palmeiras (e em tantos outros lugares felizes). Para minha felicidade, quase todos os meus amantes usavam camisolas brancas de cavas.

M. disse...

esta música é a lição a reter.
da camisola branca de alças do isaak, como imagem de marca, mostrando que a só alguns é dado o privilégio de usar. mesmo de aliança no dedo a roçar no paraíso.
do preto e branco ao amarelo e à espuma como cor há-de ser sempre o vídeo mais sensual.
fio dental e wicked game é inconcebível num mesmo post, de tamanha afronta.

O Homem Terra disse...

Fio dental e wicked game deviam ser proíbidos na mesma vida. Mas haja a pluralidade.

E foi muito boa essa de só certas pessoas erem o previlégio de usar canisolas brancas de cavas. É verdade. Cada vez que orgulhosamente as uso, sei que ainda tenho uma longa peregrinação a percorrer. Mas sei que um dia vou ocnseguir usá-las bem.

Sabes joana, da minha vida também. Para mim este video é mesmo a beleza absoluta. O ponto alto de uma civilização.

Obrigado pela vossa presença. É muito bom ter quem nos escreva.